Edificando uma família de vencedores

Renúncia

Texto: Lucas 9:23

As três coisa mais difíceis para edificar uma família de vencedores

Qualquer escolha que fazemos por algo em nossa vida necessitamos entender que vamos pagar um preço para que nosso sonho, desejo e vontade sejam plenamente cumpridos. Isto quer dizer que teremos que deixar coisas de nossos interesses, coisas que nos dão segurança e comodidade para vivermos a plenitude da nossa escolha.

No texto em questão, Jesus ofereceu uma nova vida aos discípulos, porém essa nova vida trazia regras básicas a serem seguidas, a principal delas era a de negar-se a si mesmo para um viver completo, ter desfrute do seu reino e fazer as mais improváveis conquistas.

Jesus disse que é impossível ser amigo dele, irmão dele, servo dele, herdeiro com ele no reino eterno e andar com ele sem negar a si mesmo, o que ele não gosta, para viver em plena harmonia com ele. Negar-se a si mesmo significa esquecer de si mesmo, deixar seu interesse por coisas que te agradam e satisfaz para agradar e suprir outro.

Quando escolhemos alguém para andar com ela, viver com ela e fazer parte de sua vida, a primeira disposição mental que devemos construir em nosso interior é a de autonegação. Por que existem atletas que escolhem esportes individuais? Por que existem pessoas que optam por profissões individuais? Por que há pessoas que preferem viver sozinhas e outras que casaram e querem separar-se? A resposta é: não quero dividir meu tempo, espaço e minhas prioridades com ninguém, e o mais grave é: não quero perder minha liberdade.

O que significa perder a liberdade? Significa para aquela pessoa que suas vontades, seus desejos, não será mais para si, mas para o outro. Isto significa converte o coração ao coração de outra pessoa.

Em relação a Jesus, Paulo diz: não vivo mas eu, mas Cristo vive em mim. Entende? Se seu marido, esposa, filhos lhe aborrecem quase todas as vezes porque estava com sede e pediu água pra você, estava com fome e pediu pra você fazer um lanche, estava fazendo alguma tarefa de ordem pessoal e te pediu para ajudar em algo de necessidade deles, e isto te aborreceu, é porque essa pessoa não vive em seu coração, você acha que ela te explora e te usa o tempo todo.

Negar-se a si mesmo, significa que antes que ela me peça pra deixar meu conforto, minha comodidade eu mesmo tomo a iniciativa e faço. Eu vivo para os interesses dela e não dos meus. É uma atitude que parte de você mesmo.

Negar-se a sei mesmo implica em duas questões que só entendemos com a mente sobrenatural, o homem natural não entende as coisas do Espírito. A edificação de uma família de vencedores passa por essa lei espiritual.

 

Primeiro: perder para ganhar – Mt 16:25-26

Segundo: ser primeiro significa ser o último – Mt 20:16

Duas condições necessárias a qualquer um que busca fortalecer relacionamentos e fechar as portas do individualismo que enfraquece e deixa qualquer um vulnerável.

 

Negar a si mesmo não significa perder e ser humilhado, mas constranger nossa família com serviço, de abrir mao de coisas muitas vezes pequenas, que trazem pouco prazer momentâneo, que não é duradouro, de proveito próprio, como por exemplo deixar o descanso para arrumar a bicicleta do filho que quer passear, arrumar a cozinha pra esposa fazer unhas.

 

Viver do que é importante para os outros é um forte testemunho de renúncia. Vamos tomar seis marcas de quem alcançou o nível da maturidade familiar. Vamos usar o texto de Filipenses 2:4-11

 

1 – Não se preocupa consigo mesmo – Vs 4

 

2 – Não se considera superior – Vs 6

 

3 – Esvazia-se de sua posição – Vs 7

 

4 – Dispõe-se a servir – Vs 8

 

5 – Humilha-se a sí mesmo, mesmo tendo razão – Vs 9

 

6 – Obedece a palavra de Deus até o propósito ser cumprido – Vs

 

Concluso:

 

Deus o exaltou…

Deus o levantará em sua casa, sua família o exaltará pela transformação que você promoverá àquele ambiente, e te seguirão na mesma fé.

 

 

 

2018-06-15T16:49:42+00:00

Sobre o Autor:

Aprendiz e seguidor de Cristo, teologia, marketing, administração, já estudei agora estudo direito. Sou marido, pai, filho, me adotaram como avô e pastor. O que mais amo na minha vida é falar da graça e do amor de Cristo. Dizer a todos que só Cristo nos dá a vida eterna.